ÚLTIMAS

Archive Pages Design$type=blogging$count=7

Foto: Divulgação / PMSC
O governador Carlos Moisés anunciou, no início da tarde desta quarta-feira, 11, a chamada de 500 alunos soldados e 35 alunos oficiais da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) no dia 6 de janeiro de 2020. O reforço é resultado do concurso público realizado neste ano. A partir dessa data, eles iniciarão os respectivos cursos de formação para ingressar no quadro da corporação. O anúncio foi realizado após análise da Secretaria da Fazenda sobre o impacto financeiro da decisão para o exercício de 2020.

"Estamos cumprindo com nosso compromisso de fortalecer a segurança pública. O impacto na desse chamamento será positivo, porque, além da tecnologia, precisamos de policiais perto dos cidadãos, nos bairros, nas comunidades. Neste ano, já chamamos mais bombeiros, policiais civis, delegados de polícia, peritos do Instituto Geral de Perícias, fizemos concurso para agentes prisionais e o mais importante é que estamos fazendo tudo de forma muito responsável", explica o governador.

Carlos Moisés também confirmou o pagamento do 13º salário de todos os servidores ativos e inativos no dia 17 de dezembro e os salários deste mês no dia 30. "A gente vê alguns Estados não conseguindo pagar ainda o 13º de 2018, atrasando os salários do mês, e aqui nós estamos fazendo um grande esforço para tomar decisões sempre avaliando com muita responsabilidade os impactos financeiros", ressalta.

Segundo a Secretaria de Estado da Fazenda, serão desembolsados R$ 391 milhões - total líquido, com descontos de impostos - para o pagamento do 13° salário aos ativos e inativos. No total, são 141.521 servidores que receberão o 13º, segundo dados da Secretaria de Estado da Administração. 

"Trabalhamos durante todo o ano para honrar nossos compromissos e, principalmente, manter a folha dos servidores em dia. Cumprimos o cronograma estabelecido no início de 2019 e, ainda, conseguimos adiantar metade do 13° salário", acrescentou o secretário da Fazenda (SEF/SC), Paulo Eli.
Foto: Carolina Bonatelli
Alunas da 4ª fase do curso de Moda do Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) se mobilizaram e, com retalhos de tecidos utilizados no ano letivo, fizeram presentes para cães e gatos acolhidos pela Diretoria do Bem Estar Animal (Dibea), órgão da Prefeitura Municipal de Florianópolis. 

A ação surgiu como um projeto acadêmico da disciplina de Sustentabilidade e Moda, ministrada pela professora Neide Schulte, no qual as alunas deveriam de alguma forma, ajudar algum projeto social. E sendo assim, juntaram o útil ao agradável e, com os restos de tecidos acumulados durante o ano letivo, e que agora no fim do semestre seriam descartados, produziram lacinhos, gravatinhas e bandanas para os animais do abrigo. 

A ideia é promover a adoção dos animais, produzindo fotos deles com os acessórios e divulgando pelos meios de comunicação. ‘’Na entrega dos ‘presentes’ tiramos fotos de alguns bichinhos pra ajudar na divulgação do DIBEA, e na esperança de que ajudem os cães e gatos a encontrarem bons lares. Se depender da gente, vamos continuar ajudando: ano que vem tem de novo! ‘’, declara a aluna de Moda Valentina Forschner.

Sobre a Dibea

A Diretoria do Bem-Estar Animal (Dibea) é o órgão responsável pela execução das políticas públicas de proteção, defesa, saúde, bem-estar e controle populacional dos animais domésticos do Município de Florianópolis. 

O trabalho deste órgão conta com atendimento veterinário ambulatório gratuito; adoção e castração gratuita de cães e gatos; atendimento de denúncias de maus-tratos contra animais em parceria com as polícias Civil e Militar.

A instituição atende no Itacorubi, no horário das 8h até 17h, exceto aos sábados e domingos. Os interessados em adoção de animais podem se informar através do site ou das redes sociais facebook e instagram.

Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
UAB Florianópolis vai ao Ticen para saber quais cursos a população quer gratuitamente
Polo é coordenado pela Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Educação
A equipe do Polo UAB Florianópolis, ligado à Secretaria Municipal de Educação, está fazendo uma pesquisa de interesse em cursos gratuitos de aperfeiçoamento, graduação e pós-graduação. O objetivo é coletar dados sobre a necessidade de cursos para atender a capital catarinense e microrregião.
Até o final da semana que vem, uma equipe estará conversando com a população no Terminal de Integração do Centro, Ticen, das 8h às 17h.
Os cursos   do Polo UAB Florianópolis são na modalidade a distância. Já foram oferecidos 52 cursos de 12 universidades conveniadas.
 Grande parcela dos cursos é destinada aos profissionais da área de educação (licenciatura), gestão pública, gestão em saúde e biblioteconomia.
Depois do Ticen, a ação irá visitar escolas de ensino médio, comércio, entre outros setores.
Já foram entrevistadas 718 pessoas.  A meta é conseguir 5 mil participantes.
A população pode registrar o seu interesse em cursos, acessando o seguinte link:

Chuva pode chegar em alguns pontos Foto: Ricardo Moura/NDI

Quinta-feira (12/12):

Tempo: sol e muito calor em SC. Na tarde e noite, aumento de nuvens com pancadas de chuva mal distribuída e temporais localizados com granizo (Aviso Meteorológico).

Temperatura: elevada, diminuindo a partir da noite.

Vento: noroeste a sul, fraco a moderado com rajadas.

Sistema: convecção isolada associada ao calor e aproximação de uma frente fria.


Sexta-feira (13/12):

Tempo: sol com variação de nuvens em SC. Na tarde e noite, condição de pancadas isoladas de chuva com trovoadas especialmente no Meio-Oeste, Planalto Norte e Sul, Alto Vale do Itajaí e Litoral Norte.

Temperatura: amena, com maior elevação no oeste do estado.

Vento: sul a sudeste, moderado com rajadas mais intensas no Litoral.

Sistema: frente fria em deslocamento pelo litoral de SC, seguida de um sistema de alta pressão (massa de ar seco e um pouco mais frio).


Sábado (14/12):

Tempo: sol e algumas nuvens em SC. No decorrer da tarde condição de pancadas de chuva de verão e temporais localizados com granizo do Oeste ao Planalto.

Temperatura: amena ao amanhecer e em elevação durante o dia.

Vento: sudeste a nordeste, fraco a moderado.


Domingo (15/12):

Tempo: sol entre nuvens em SC. Na tarde e noite, condição de pancadas de chuva com trovoadas na maioria das regiões. Risco de temporal localizado com chuva forte e granizo no oeste e sul do estado, devido a formação de uma frente fria no RS.

Temperatura: em elevação, calor à tarde.

Vento: nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas, mais forte no Litoral Sul.


Segunda-feira (16/12):

Tempo: instável com chuva em SC, devido ao deslocamento de uma frente fria. Risco de temporal localizado com chuva forte e granizo na madrugada e manhã. No decorrer da tarde, o tempo melhora a partir do oeste e sul do estado.

Temperatura: amena.

Vento: noroeste a sul, moderado com rajadas.



Gilsânia Cruz - Meteorologista (Epagri/Ciram)
Foto: Ricardo Moura /NDI
Está oficialmente aberto o Verão Santa Catarina 2019/2020. Uma solenidade em Florianópolis na manhã desta quinta-feira, 12, marcou o lançamento da força-tarefa do Governo do Estado para garantir serviços de qualidade a visitantes e catarinenses durante a alta temporada. A ação começa em 19 de dezembro e vai até o início de março.

O ato de lançamento ocorreu no Centro de Eventos de Canasvieiras, no Norte da Ilha, e contou com a presença do governador Carlos Moisés e diversas autoridades. Após passar as tropas em revista na área externa, o chefe do Executivo assinou atos que fortalecem a integração de diversas áreas da administração e reforçam a presença do Estado nos locais visitados pelos turistas e catarinenses. Ao todo, o investimento chega a R$ 41,1 milhões.

Também foi confirmado na ocasião um aumento da diária das forças de segurança para o Verão Santa Catarina 2019/2020. O valor passa de R$ 154 para R$ 206. Ele comentou ainda a criação da Comissão de Repostas Rápidas, que atuará de maneira integrada para prevenir e enfrentar situações emergenciais.

“São várias áreas que se integram para fazer de Santa Catarina o melhor destino turístico do Brasil. Alcançamos essa posição por nossas qualidades. Temos muita riqueza para mostrar. O Estado precisa ser um fomentador da atividade turística, atuando junto ao trade. Trabalhamos para que o mercado cresça e que isso resulte em aumento da arrecadação e o Estado possa honrar os seus compromissos”, destacou Carlos Moisés.

A presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur, Flavia Didomenico, salientou o trabalho feito pelo órgão para profissionalizar o turismo em Santa Catarina. Segundo ela, os desafios são enormes, porém há avanços a serem comemorados.

“Nosso foco está no bem-estar das pessoas que nos visitam. Precisamos trabalhar a infraestrutura de apoio. Uma pesquisa recente indicou que temos 92% de aprovação em hospitalidade. Buscamos novos mercados dentro do país e na América Latina. Estamos caminhando. O nosso desafio agora é que o turista fique mais tempo em Santa Catarina”, discursou Didomenico.

O presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial do Estado e comandante-geral da PMSC, Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, destacou o trabalho conjunto envolvido na ação. “É uma das operações que envolve maior recurso humano e material. Além de uma atuação que vai do litoral ate a fronteira com a Argentina. O foco é proteger as pessoas que moram e trabalham aqui, e também dar um tratamento especial diferenciado aos turistas”, reforçou.

No ato também foram confirmadas a entrega de kits de transposição para as cidades de Racho Queimado e Major Gercino. Cada cidade receberá sete exemplares. O material é oriundo das vigas provisórias de metal que sustentaram a ponte Hercílio Luz durante a sua reforma.

Já é possível perceber a melhoria das condições asfálticas na Rua Leonel Pereira, o trecho que recebeu recapeamento tem também nova pintura de sinalização, as melhorias foram elogiadas por moradores, mas é inegável que as boas condições também serviram para o aumento de velocidade na via. 

Chama a atenção as altas velocidade de motos e carros pelo local, em muitos trechos o transito de crianças é intenso nas proximidades da escola Ebias. Moradores esperam a repintura de faixas e a colocação dos quebra-molas que existiam no local.