Os últimos indicadores econômicos mostram que o Estado continua crescendo acima da média brasileira, apesar da desaceleração na economia. A taxa de crescimento do emprego vem caindo desde fevereiro em Santa Catarina, mas ainda assim o Estado gerou 9,4% dos empregos no País de agosto de 2013 a julho de 2014. A taxa de crescimento é duas vezes superior à nacional.

A projeção de crescimento do PIB catarinense vem caindo, mas ainda é bem superior ao que se espera para o PIB brasileiro em 2014. A estimativa é de 3,1%, crescimento três vezes maior do que o nacional.

Já a intenção de consumo das famílias catarinenses teve pequena melhora em agosto, mantendo-se em patamares otimistas. O endividamento teve alta no mesmo período, porém o comprometimento da renda e as condições de pagamento são considerados adequados para manter um bom nível de adimplência.

No link é possível ver na íntegra a última edição do Boletim de Indicadores Econômico Fiscais, elaborado pela Diretoria de Planejamento Orçamentário da SEF. 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina

Post A Comment: