Projeto do músico Fliblio Ferreira e do diretor Beto Carminatti tem parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC)

Em parceria com o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS-SC), administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o músico Fliblio Ferreira e o diretor de cinema Beto Carminatti lançam o filme-concerto Retrato Selvagem, no dia 6 de setembro, às 20h, no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), com entrada gratuita. O trabalho, categoria híbrida entre música eletroacústica mista e cinema, foi contemplado pelo Edital Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura - edição 2014/2015, concedido pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), do Funcultural e da Fundação Catarinense de Cultura.

O filme-concerto une música e cinema para uma experiência da escuta musical através do uso de imagens. O projeto também é arte engajada e busca a sensibilização do espectador/ouvinte para a delicada situação dos índios de nosso estado.

Sinopse do filme-concerto

Filme: Por meio da narrativa de histórias cruzadas que convergem para um mesmo ponto, guaranis, xoklengs e caingangues, os três grandes grupos indígenas pertencentes ao estado de Santa Catarina, contam um pouco de suas histórias.
Música: Apresenta-se em variadas formas da música incidental para o audiovisual. Há a presença da música diegéstica (que está presente na gravação da própria cena), da música acusmática (feita inteiramente por computador), da música acústica e da música eletroacústica mista (em que músicos tocam em tempo real a trilha sonora, enquanto o som é captado por microfones, processado e distribuído para o sistema de som no cinema). A performance musical está a cargo do Ensemble Móbile, grupo especializado na chamada música nova e constituído de flauta, violão, piano digital, percussão e difusor sonoro.

Sobre o compositor:
Natural de Curitibanos, Santa Catarina, Fliblio Ferreira é vencedor de alguns dos principais prêmios de composição erudita do país, entre eles o Prêmio Funarte de Composição Clássica e o Prêmio Nacional de Composição Música Hoje. Graduou-se no curso superior de Composição e Regência e em Licenciatura em Música pela EMBAP, além de concluir o Bacharelado e a Licenciatura em Letras pela UFPR. Especializou-se em Análise Musical pela EMBAP e, atualmente, é mestrando em música eletroacústica pela UNESP. Recebeu diversas bolsas para aperfeiçoamento artístico no Brasil e no exterior e para a participação em festivais internacionais, destacando-se o Festival Internacional de Campos do Jordão. Entre a sua produção estão obras para as mais diversas formações instrumentais de música popular e de música de concerto, desde solos até obras para grande orquestra. Membro da Sociedade Geral de Autores e Editores da Espanha, atualmente dedica-se também à produção de música para teatro e cinema.

Sobre a direção cinematográfica:
Natural de Caçador, Santa Catarina, Beto Carminatti é vencedor de alguns dos principais prêmios de cinema do Brasil, destacando-se o Kikito de Melhor Documentário do Festival de Gramado (1986), o Prêmio de Melhor Direção no Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo (2008), e o Prêmio Globo/RPC – Melhores do Ano (2011) nas categorias de Melhor Produção, Filme e Direção. Em sua obra destacam-se os longas-metragens  Amor em Tempos de Guerra e Mystérios; e os curtas-metragens Eternamente, Filme Vencido, Terra Incógnita e  B. End. Entre seus principais documentários estão Profissão Insônia, Quem Quer Ser Um Documentário? e As Muitas Vidas de Valêncio Xavier. Seus seriados de TV com maior destaque são Guerra do Contestado e Mistérios do Lagamar. Em sua produção mais recente estão clipes para diversos grupos musicais e o longa-metragem de ficção Cormorant, com trilha sonora original de Fliblio Ferreira. 

Ficha Técnica:
Concepção e música: Fliblio Ferreira
Direção cinematográfica: Beto Carminatti
Roteiro: Fliblio Ferreira e Beto Carminatti
Direção de fotografia: Ricardo Kugler
Desenho de som: Rodrigo Janiszewski
Legendas: Jeanine Holtrup
Performance musical: Ensemble Móbile
Difusão sonora: Felipe de Almeida Ribeiro
Flautas: Fabrício Valério Ribeiro
Violão: Eric Moreira
Percussão: Luiz Fernando Diogo
Piano digital: Fliblio Ferreira

Serviço:
O quê: Lançamento do filme-concerto Retrato-Selvagem
Quando: 6 de setembro, às 20h
Local: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC
Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis

Post A Comment: