Rodrigo Cantos
Rodrigo Cantos leciona na Escola Antônio Paschoal Apóstolo e é o autor de “MPB no Feminino”

Compreender a dinâmica das relações de gênero nas diversas práticas musicais era uma necessidade para Rodrigo Cantos Savelli Gomes.  Desde o rock, o hip-hop, a música católica, o samba e o pagode, até o canto das lavadeiras, o professor de Artes-Música da Escola Básica Municipal de Florianópolis Antônio Paschoal Apóstolo, no Rio Vermelho, examinou as formas de inserção das mulheres nos diversos espaços e funções musicais durante dez anos de pesquisa. 


Assim surgiu o livro “MPB no Feminino”, feito em parceria com a Editora Appris, que será lançado na Sala Teatro-Educação da Udesc, em Itacorubi, no dia 28 de setembro, às 19h30.


“O livro problematiza a tendência de muitos autores em apresentar tudo o que diz respeito ao universo da música tão somente em formas de expressão do masculino”, explica o autor, que em 2008 recebeu do governo federal, através da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, o 3o Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero.


A obra ainda analisa as formas de resistência das mulheres diante das dificuldades encontradas por sua condição de gênero e as causas de sua possível invisibilidade ou reduzida participação em determinados setores.

Em 2012, Rodrigo  recebeu o II Prêmio Nacional de Pesquisa sobre Cultura Afro-brasileira  pela Fundação Palmares, por sua dissertação de mestrado “Samba no Feminino”.

Também foi um dos vencedores do Prêmio Professor Nota 10 da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis em 2014 pelo trabalho desenvolvido em sala de aula com Educação das Relações Étnico-Raciais no ensino curricular de música.

Ele conta que esses aspectos foram levados em consideração na hora de  produzir a obra. “Reconhecer e delimitar interseccionalidades para além do gênero, como raça, classe, etnia, geração, é essencial na compreensão do universo social da música popular brasileira”, avalia.

Antiprincesa
No lançamento haverá a encenação da peça Antiprincesas, do grupo Duas e Só. O espetáculo conta a história de três importantes e inspiradoras mulheres latino-americanas: Clarice Lispector, Frida Kahlo e Violeta Parra, que já em suas épocas não se encaixavam em estereótipos de gênero.

Elas não são princesas, não moram e nem sonham com castelos e não precisam de nenhum homem para ser feliz. Vivem suas vidas da forma como bem entendem e têm um amor em comum: a arte.
A música fica por conta de Eloisa Gonzaga, cantando um samba com convidadas. A programação ainda terá uma roda de conversa com o autor, que é doutorando em antropologia pela Ufsc.

Serviço

O quê: Lançamento do livro “MPB no Feminino”
Páginas: 189
Preço: R$ 49,00
Autor: Rodrigo Cantos
Quando: Dia 28 de setembro
Horário: 19h30
Onde:  Sala Teatro-Educação do Centro de Artes da Udesc

Post A Comment: