Canasvieiras é um dos locais de grande concentração em Florianópolis Foto: Ricardo Moura /NDI
A constatação é dos banhistas frequentadores das praias de Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus, com efetivo insuficiente de salva-vidas em muitos casos a distância entre um posto e outro passa dos 200 metros recomendado.

Basta uma caminhada de alguns quilômetros pela orla das praias que visualmente já é possível perceber a carência, turistas indagam que é quase impossível prevenir um afogamento em alguns pontos e que o resgate mesmo chegando rápido pode não ser suficiente para salvar vidas.

Uma verdadeira multidão toma conta das praias Foto: Ricardo Moura / NDI
Além de um número maior de postos o número de salva-vidas poderia ser maior, com trabalhos de visualização nos postos e de prevenção na areia, outra sugestão é que placas informem a falta de salva-vidas em alguns locais e o risco iminente a vida.

Nesta temporada as duas praias tem recebido um grande público de turistas , estrangeiros , brasileiros de outros estados e cidades catarinenses, a preocupação é a mesma, os banhistas destacam a presença dos helicópteros , trazem uma sensação de segurança, mas vão embora.

Distancia entre postos é grande entre Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus Foto: Ricardo Moura / Norte da Ilha
O trabalho realizado pelos salva-vidas recebe elogios diariamente, de extrema qualidade agrada aos turistas, na visão dos frequentadores um numero maior tratia ainda mais confiança, 

Com alargamento da faixa de areia novos postos devem ser construídos Foto: Ricardo Moura/ NDI 
Outra questão que merece atenção é o que diz respeito sobre os postos salva-vidas, com o alargamento da faixa de areia em Canasvieiras eles necessitam de reformulação em altura ou com mais proximidade do mar.



Post A Comment: