Foto: Divulgação /PMSC
Com o decreto do Governo do Estado de Santa Catarina que estabeleceu medidas restritivas até essa segunda-feira (23), pela manhã, cerca de 400 empresas catarinenses foram notificadas pela Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC).

De acordo com o comandante-geral, coronel Carlos Alberto do Araújo Gomes Junior, de modo geral a população tem se mostrado consciente em relação às medidas. “A PMSC fez mais de oito mil intervenções e destas, apenas 7% resultaram em algum tipo de intervenção, interdição ou de termo circunstanciado contra o responsável pelo estabelecimento. Vale a pena destacar que a maior parte das intervenções são de orientação e de caráter educativo”, afirmou.

A PMSC iniciou na última semana um trabalho educativo, visitando o comércio e indústrias para a orientação sobre o Decreto, o que muito ajudou, no entender do comandante-geral, no ambiente tranquilo em que se encontra Santa Catarina. “Hoje estimamos que 99% do comércio que deveria estar fechado, estão fechados”, resumiu.

Segundo o comandante, até agora foram lavrados apenas 74 termos circunstanciados, quando o policial elabora um relatório no local, para não ter que prender a pessoa, enviando o mesmo para o Poder Judiciário. Em seguida o Judiciário fica com a incumbência de marcar uma audiência quando o autor da conduta deve comparecer.

Texto: Marcelo Passamai

Post A Comment: